Publications

Ciclones Tropicais Idai e Kenneth - Relatório da Situação Nacional 5

Ciclones Tropicais Idai e Kenneth - Relatório da Situação Nacional 5

DESTAQUES

CICLONE IDAI

  • A 17 de Junho, continuam a existir 6 centros de acomodação temporários na Província de Sofala1.
  • Os parceiros de saúde, nomeadamente a OMS, o UNICEF, o FNUAP, a FHI360 e a CUAMM, a Save theChildren, a Health Alliance International, a Cruz Vermelha, a Medicos del Mundo e a Pathfinder, emcolaboração com a DPS (Direcção Provincial de saúde), estão a trabalhar na reabilitação de unidadessanitárias e na extensão dos serviços de saúde aos locais de reassentamento nos quatro distritos maisafectados pelo Ciclone Idai.
  • A prestação de serviços de saúde continua a constituir um desafio em áreas de difícil acesso, comacesso limitado aos cuidados essenciais nos locais de reassentamento. Existe uma necessidadepremente de construção de unidades sanitárias nos distritos que já possuíam poucos serviços desaúde e que agora acolhem famílias reassentadas.
  • Entre as semanas 23 e 24 não foram registados novos casos de cólera e os casos cumulativoscontinuaram os mesmos, até 6.768 e 8 óbitos (taxa de letalidade: 0,12%).
  • O número de casos semanais de malária notificados nos distritos afectados pelo Ciclone Idai está areduzir, com 61.480 casos cumulativos registados em 19 de Junho; a maioria dos casos está a serreportada em Nhamatanda (26.710).


CICLONE KENNETH

  • Conforme reportado a 9 de Maio, 19 unidades sanitárias foram parcial (15) ou totalmente (4)destruídas.4
  • Foi confirmado um surto de cólera a 1 de Maio de 2019 em Pemba e Mecúfi e a 8 de Maio no distritode Metuge, da Província de Cabo Delgado. De 1 de Maio a 19 de Junho de 2019, foram reportadosnestes distritos 267 casos cumulativos, não se tendo registado nenhum óbito.
  • A 19 de Junho, foram notificados 23.903 casos de malária nos distritos atingidos pelo Ciclone Kennethem Cabo Delgado, sendo Metuge e Mecúfi os distritos mais afectados.