Publications

O Programa Africano de Transformação da Saúde para 2015–2020: Uma Visão para a Cobertura Universal de Saúde

O Programa Africano de Transformação da Saúde para 2015–2020: Uma Visão para a Cobertura Universal de Saúde

A nova agenda de cinco anos da OMS em África, O Programa Africano de Transformação da Saúde para 2015-2020: uma visão para a cobertura universal de saúde, é o quadro estratégico que irá orientar as contribuições da OMS à plataforma de desenvolvimento sustentável emergente em África. Articula uma visão para a saúde e desenvolvimento que procura abordar as desigualdades e injustiças inaceitáveis que têm mantido a nossa região muito atrás de outras em termos de índices de saúde e de apreciação dos mais altos padrões de vida possíveis. Por exemplo, em 2013 a mortalidade infantil na Região era quase o dobro da média mundial (90 vs. 46 por cada 1000 nados-vivos, respectivamente)1 , enquanto a esperança de vida à nascença era 13 anos mais baixa que a média mundial (58 vs. 71 anos, respectivamente).

O Escritório Regional da OMS para a África irá fornecer liderança na transformação da saúde e bemestar do povo africano, com um conjunto definido de prioridades e um compromisso renovado e alargado à responsabilidade pelos resultados e aos valores de equidade, transparência, integridade, profissionalismo e abertura. O programa de transformação tem como base o princípio de uma África que fala por si, assumindo a apropriação e envolvendo-se numa liderança conjunta para implementar mudanças num momento crucial.

O Escritório Regional da OMS para a África reconheceu a solidariedade mundial louvável que surgiu como resposta à epidemia na África Ocidental da doença por vírus Ébola (DVE) em 2014-2015, e como o surto realçou o papel central que a saúde tem na economia e no desenvolvimento social. Esta solidariedade mundial apresenta uma oportunidade única para contribuir com vista ao cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), através da transformação da saúde das pessoas em África.

O Programa proposto é sustentado pelo compromisso da OMS na Região Africana em ajudar a assegurar que os dividendos de crescimentos económicos sem precedentes, um ambiente político melhor e mais estável, o aparecimento de uma nova geração vibrante e inovadora, o nascimento de uma nova classe-média e as enormes possibilidades apresentadas pelas novas tecnologias, são todos traduzidos em benefícios de desenvolvimento humano tangíveis para o povo africano e para a saúde e segurança económica mundiais.