Publications

Actividades da Organização Mundial da Saúde na Região Africana : Relatório da Directora Regional

Actividades da Organização Mundial da Saúde na Região Africana : Relatório da Directora Regional

O presente relatório apresenta os resultados programáticos que alcançámos graças a uma estreita cooperação com os parceiros em apoio aos países. Passaram agora mais de quatro anos desde o lançamento da Agenda de Transformação regional. Os resultados desta estratégia de reforma são motivadores, com claros progressos em áreascruciais.

O pessoal da OMS está cada vez mais a liderar e a institucionalizar as mudanças. Introduzimos a formação em liderança e os funcionários participantes estão a articular com entusiasmo a sua determinação para liderar e gerir de forma diferente. Os agentes da mudança por toda a Região estão a apoiar os seus colegas a incrementar iniciativas concebidas para melhorar continuamente a forma como trabalhamos juntos.

A responsabilização e a conformidade com as normas da OMS melhoraram e o Secretariado está agora mais vigilante para evitar a má utilização dos recursos e em assegurar uma boa relação custo-benefício. Há já quatro anos que a Região não recebe qualquer relatório insatisfatório de auditoria interna. A Comissão de Conformidade e Gestão dos Riscos assegura que as nossas decisões sejam estratégicas, transparentes e eficazes. Cada funcionário entende o impacto das suas acções na Organização e estão atrabalhar arduamente para alcançar resultados de acordo com os principais indicadores do desempenho(PID) estabelecidos, como parte do seu desenvolvimento profissional.

A transparência e a eficiência estão a ser melhoradas da monitorização e apresentação de relatórios em linha. O painel de dados dos PID gera informações sobre os progressos de cada equipa da OMS na Região e facilita as intervenções oportunas para um melhor desempenho.

O nosso foco em produzir resultados é inabalável. A contratação está a ser mais adequada às prioridades no Escritório Regional e às equipas de apoio interpaíses (EAI). Reforçámos recentemente a interacção entre os directores em Brazzaville para melhorar a supervisão e o apoio aos países. Dinamizámos os processos de contratação, introduzimos formação de inserção para os novos funcionários e estamos a investir na formação e desenvolvimento dos mesmos.

Por último, estamos a reorganizar as Representações da OMS nos países para garantir que estão adequadas à finalidade de atender às prioridades dos países. Foram concluídas revisões das funções e dos perfis dos funcionários de 42 Representações da OMS, estando 21 destas a avançar para a implementação dos planos aprovados. Iremos agora trabalhar com os funcionários para aperfeiçoar as competências em termos reforço dos sistemas de saúde, segurança sanitária e promoção do bem-estar, em sintonia com o Décimo Terceiro Programa Geral de Trabalho.

A transformação do Secretariado numa Organização com mais capacidade de resposta e um maior nível de responsabilização avança a bom ritmo. Com o apoio de funcionários, Estados-Membros e parceiros, continuaremos a trabalhar para melhorar os resultados em saúde para os mil milhões de pessoas da Região Africana.