Governo e Parceiros vacinam 700 mil Crianças contra a Pólio

O Ministério da Saúde com apoio de parceiros vai realizar, de 30 de Janeiro a 4 de Fevereiro de 2019, a Ronda Zero (0) da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite nas Províncias da Zambézia, Nampula e do Niassa, abrangendo cerca de 700.000 crianças, com idade inferior a 5 anos.

Esta Campanha surge em resposta a três casos de Pólio notificados através do sistema de vigilância de rotina e confirmados laboratorialmente em crianças não vacinadas na comunidade Sinai, na área do Centro de Saúde de Malua, que dista a 42 quilómetros da sede do Distrito de Molumbo, na Província da Zambézia.

A Campanha irá abranger 10 Distritos da Província da Zambézia, Nampula e Niassa. As duas últimas províncias fazem fronteira com o Distrito de Molumbo, onde foram registados os casos. No total, a Província da Zambézia vai vacinar nos em 07 (sete) Distritos, nomeadamente Molumbo, Gurué, Ile, Namarroi, Lugela, Milange e Alto-Molócuè; na Província de Niassa em Cuamba e Mecanhelas e na Província de Nampula no Distrito de Malema. 

A vacinação irá decorrer de casa-a-casa e vai abranger cerca de 700.000 crianças menores de 5 anos, de modo a evitar que mais crianças apanhem a Poliomielite ou a Paralisia Infantil. 

A vacina contra a Pólio é segura, eficaz e protege as crianças contra a paralisia causada pelo vírus da Pólio ao longo de toda a sua vida. Por isso, é muito importante que todas as mães, pais e cuidadores entendam a sua responsabilidade de deixar as crianças receberem a vacina.

Esta campanha faz parte do Plano Estratégico Mundial de Erradicação da Pólio e Engajamento durante o período 2013-2018, cujo um dos objectivos é de detectar e interromper toda a transmissão do vírus da Pólio, à escala global.

Com efeito, o Ministério da Saúde apela aos pais, cuidadores e a todos os intervenientes sociais a engajarem-se e apoiarem na mobilização da comunidade, de modo que todas as crianças menores de 5 anos possam beneficiar-se desta vacina, nas áreas abrangidas nesta ronda. 

Sublinhe-se que a Pólio é uma doença provocada por um micróbio que quando atinge o sistema nervoso pode provocar a paralisia dos membros (pernas e braços). A doença transmite-se por consumo de alimentos ou água contaminada por fezes de uma pessoa com o micróbio da Pólio. Também, pode transmitir-se através das mãos sujas contaminadas com fezes de uma pessoa com o micróbio da Pólio.

A Pólio pode ser prevenida cumprindo todas as doses do calendário de vacinação (vacina oral e injectável contra a Pólio), lavando sempre as mãos antes de comer ou preparar os alimentos, lavando sempre as mãos depois de usar a latrina ou sanitários e defecando sempre na latrina ou sanitário (ou enterrando as fezes, na falta de latrina).

Click image to enlarge
For Additional Information or to Request Interviews, Please contact:
MOREIRA Maria Da Gloria

Health Promotion Officer
Tel: +258 21492733
Email: moreirag [at] who.int