Publications

Um guia para: Identificar e documentar as melhores práticas em programas de planejamento familiar

Um guia para: Identificar e documentar as melhores práticas em programas de planejamento familiar

Uma das cinco funções principais da Organização Mundial da Saúde (OMS) é moldar a agenda de pesquisa e estimular a geração, divulgação e aplicação do conhecimento. Esta função reforça a importância do conhecimento para a formulação de estratégias de saúde tanto em nível nacional quanto global para o desempenho eficiente dos sistemas de saúde. A OMS reconhece a importância do conhecimento dos métodos de gestão e ferramentas no desempenho desta função fundamental para melhorar a eficácia e a eficiência. O Comitê Regional da OMS para a África na sua quinquagésima-sexta sessão em 2006 adoptou orientações estratégicas e uma resolução relacionada à gestão de conhecimento (KM).1,2 As orientações estratégicas visam contribuir para a melhoria do desempenho dos sistemas de saúde e resultados de saúde por meio de uma KM eficaz em saúde. A resolução reconhece que a KM trata de fornecer o conhecimento correto para as pessoas certas (ou seja, legisladores, profissionais, gerentes de sistemas de saúde e o público) e no formato correto para fortalecer sistemas de saúde e melhorar os resultados na saúde.

Publications

TRANSFORMAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE NA REGIÃO AFRICANA  - 2ª FASE DA AGENDA DE TRANSFORMAÇÃO  : COLOCAR AS PESSOAS NO CENTRO DA MUDANÇA

TRANSFORMAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE NA REGIÃO AFRICANA - 2ª FASE DA AGENDA DE TRANSFORMAÇÃO : COLOCAR AS PESSOAS NO CENTRO DA MUDANÇA

Quando lancei a Agenda de Transformação do Secretariado da OMS na Região Africana, em Fevereiro de 2015, prometi levar a transformação da Organização a um secretariado receptivo e orientado para os resultados. Sabia que esta caminhada no sentido de conseguir mais para as pessoas da Região Africana seria árdua, mas gratificante. Mudar nunca é fácil e o sucesso não é garantido. Mas, como Nelson Mandela disse, “Parece sempre impossível até estar feito”.

Ao iniciarmos a segunda fase desta caminhada, reflito sobre o progresso e alguns sucessos notáveis que alcançámos nos últimos três anos. Estou cheia de orgulho nas pessoas que compõem a nossa Organização. Sintome honrada por trabalhar com colegas que partilham a visão de uma Organização proactiva, orientada para os resultados, responsável e dotada de recursos adequados para cumprir o seu mandato. Gostaríamos igualmente de estender a nossa apreciação aos nossos Estados Membros e parceiros pelo seu apoio inabalável a esta iniciativa.