Mensagem do Director Regional por ocasião da comemoração do Dia Mundial da Tuberculose 2008

Imprimir

TEMA: “EU ESTOU EMPENHADO EM FAZER PARAR A TUBERCULOSE”

Hoje, 24 de Março, é o Dia Mundial da Tuberculose. É um dia em que lembramos a descoberta histórica do bacilo da tuberculose por Robert Koch, em 1886. Esta descoberta permitiu ter esperança na contenção de uma doença que, até então, não tinha cura. Com efeito, o tratamento para a doença ficou disponível pouco tempo depois e hoje encontra-se disponível em todo o mundo.

Infelizmente, mais de 120 anos depois, a tuberculose constitui ainda um grande problema de saúde pública em todo o mundo, e a Região Africana contribui com cerca de 25% de todos os casos de tuberculose por ano, embora represente 11% da população mundial. Os Estados-Membros afirmam a sua liderança ao fazerem face aos problemas de saúde prioritários, incluindo a tuberculose, estando a ser implementados em todos os países programas de tratamento directamente observado de curta duração (DOTS). Contudo, o número de casos de tuberculose notificados na Região Africana tem continuado a subir. Em 2006, foram notificados mais de 1,3 milhões de casos de tuberculose, contra 1,1 milhões em 2005. O aumento verificou-se em especial em países onde a prevalência de VIH é alta.

Relativamente às metas globais da Assembleia Mundial da Saúde para o controlo da tuberculose na Região, 10 países alcançaram a taxa de detecção de 70% e 8 alcançaram a taxa de 85% de êxito de tratamento, tendo apenas um Estado-Membro alcançado ambas as metas.

O Comité Regional Africano da OMS aprovou uma Resolução que declara a tuberculose uma emergência e adoptou igualmente uma estratégia regional para o controlo da dupla epidemia da tuberculose e do VIH/SIDA. A Resolução recomenda uma expansão acelerada de DOTS e uma melhoria das taxas de detecção e cura. A estratégia visa promover o reforço de intervenções conjuntas tuberculose/VIH como parte dos cuidados de rotina para doentes com qualquer destas doenças. É gratificante verificar que a detecção do VIH entre os casos de tuberculose praticamente duplicou de 141 000 (12%) em 2005 para 289 000 (23%) em 2006, e que se alcançou a taxa de detecção de 75% em alguns dos países da Região Africana.

Embora o fardo da tuberculose resistente aos medicamentos, de uma maneira geral, continue a não ser conhecido com precisão, foram identificados casos sempre que se realizaram inquéritos. Os relatórios de 39 países em 2007 confirmaram a existência de 5990 casos de tuberculose multi-resistente aos medicamentos em 22 países e 395 casos de tuberculose ultra-resistente aos medicamentos em 4 países. Muitos outros casos podem estar a passar despercebidos devido à falta de capacidade para diagnosticar tais casos em muitos países.

O slogan do Dia Mundial da Tuberculose deste ano é “Eu estou empenhado em fazer parar a tuberculose” e realça o facto de que todos podem fazer algo para travar a propagação da tuberculose e que a acção de cada pessoa conta. O slogan sublinha igualmente a responsabilidade colectiva que todos temos como pessoas, Estados-Membros, e como parte da comunidade mundial no controlo da tuberculose. O primeiro passo deve ser encorajar as pessoas com tosse há pelo menos 3 semanas a procurarem aconselhamento médico.

O Escritório Regional continuará a colaborar com parceiros nacionais e internacionais para fornecer assistência técnica aos países, para promover e assegurar o reforço de intervenções eficazes de controlo da tuberculose.  Estes esforços diminuirão o sofrimento e mortes provocados por uma doença antiga e predominante  que, no entanto, tem cura.

Eu estou empenhado em fazer parar a tuberculose, e você?