Ministério da saúde lança as celebrações do dia mundial da saúde

Legenda: Representante da OMS e S.E. o Vice Ministro da Saúde, durante a conferencia de Imprensa Legenda: Representante da OMS e S.E. o Vice Ministro da Saúde, durante a conferencia de Imprensa

Maputo, 04 de Abril de 2017 - O Vice – Ministro da Saúde, Dr. Mouzinho Saide, e a Representante da Organização Mundial da Saúde, Dra. Djamila Cabral, lançaram no dia 03 de Abril o início das celebrações do Dia Mundial da Saúde, 7 de Abril, sob o lema “DEPRESSÃO – VAMOS CONVERSAR”.

O objectivo da celebração desta data é de proporcionar uma oportunidade para mobilizar acções em torno de um tema específico de saúde que preocupa as pessoas de todo o mundo.

A depressão é um transtorno mental que pode afetar todas as idades, caracterizado por tristeza persistente e pela perda de interesse para as actividades que normalmente são prazerosas, acompanhada de incapacidade de realizar o trabalho diário,  e associada ao sentimento de culpa ou auto-estima baixa, perturbações do sono ou do apetite, cansaço e falta de concentração, durante pelo menos duas semanas. No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio, que é a 2.ª principal causa de morte em jovens dos 15 aos 29 anos no mundo. 

Os principais sintomas são: perda de apetite, perda de energia, aumento ou redução do sono; ansiedade, perda de concentração, culpa ou desesperança, inquietude; pensamentos de suicídio ou de causar dano a si mesmo.

Segundo o Vice – Ministro da Saúde a questão da depressão tem estado a preocupar o sector da saúde e as evidências mostram que esta doença será uma das mais incapacitantes nos próximos anos. 

De acordo com o Dr. Mouzinho, anualmente, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) atende cerca de 150.000 pacientes que procuram os serviços de psiquiatria e Saúde Mental. Em termos de Recursos Humanos, SNS conta com aproximadamente de 20 médicos especialistas em psiquiatria, dos quais nove (9) são   moçambicanos,  cerca de  200 psicólogos clínicos,  quase 300 técnicos de psiquiatria e cerca de 20 terapeutas ocupacionais. 

A Representante da OMS, na ocasião felicitou o Ministério da Saúde pela elaboração do Plano Estratégico de Saúde Mental, que inclui a Depressão. “Isto demostra o compromisso do Governo com este problema”, e enfatizou que Indivíduos, famílias, prestadores de cuidados e comunidades podem tomar medidas para ajudar a prevenir a depressão, evitando situações de stress, alcoolismo e toxicodependência, disse a Dra. Djamila.

Em todo o mundo, cerca de 322 milhões de pessoas são afectadas pela depressão e ela é um dos principais factores que contribuem para o fardo mundial de doenças. Na Região Africana, perto de 30 milhões de pessoas sofrem de depressão. 

Em Moçambique as celebrações desta data são lideradas pelo Ministério da Saúde, em coordenação com os parceiros e consistem num leque de actividades que se iniciam na semana de 3 de Abril, nomeadamente: 

  • Capacitação sobre o rastreio da depressão para os profissionais da saúde materno infantil de entre outros.
  • Palestras aos profissionais de Saúde;
  • Testes voluntários de Depressão aos profissionais e o respectivo aconselhamento, para os que necessitem; 
  • Colaboração activa e intensiva dos Órgãos de Comunicação Social
  • Feiras de Saúde.

 


Para informações adicionais, por favor, queira contactar: Rua Pereira Marinho, 280 . C.P. 377. Maputo,  Tel (258) 21 49 27 32/21492165, Fax (258 ) 21  49 19 90,  e-mail : This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it   

 

Mozambique